quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

11 de Setembro e o Concílio Vaticano II


11 de Outubro

Dom Demétrio Valentini
Bispo de Jales (SP)
[comentários meus]
Neste ano de 2012 podemos exorcizar um trauma vivido pela humanidade em nossos dias. Trata-se do 11 de setembro. A data do grande atentado terrorista de 2001.
Ao lado desta data trágica, neste ano percebemos que existiu outro dia 11, desta vez no mês de outubro, em 1962, quando aconteceu a abertura do Concílio Ecumênico Vaticano II.
Ao contrário do 11 de setembro, o 11 de outubro lembra paz e fraternidade.
Até parece providencial [?]. Em todo o caso, não deixa de ser simbólico comparar as duas datas.  Uma causou tantas vítimas, e produziu tanto estardalhaço. A outra quase passou despercebida.  Talvez neste ano recobre força.
Mas a história parece nos dar esta preciosa lição. O mal é violento, produz destruição, e deixa consequências trágicas.
Ao passo que o bem é discreto, lento, persistente, e no final, vencedor.
Assim o 11 de outubro de 1962. Foi um evento singular, reunindo bispos do mundo inteiro. Um pentecostes atualizado [que já precisa de uma nova versão...um "Service Pack"], com a diversidade de fisionomias representativas de “todas as raças e línguas”.
Nem comparar com o 11 de setembro de 2001!  Só os números são semelhantes. O resto é contraste. Em todo o caso, precisamos buscar na história, não só os fatos que nos lembram os difíceis problemas que afligem a humanidade, mas também as datas que renovam nossas esperanças de um mundo de paz e de reconciliação, mais justo e fraterno.
Este ano nos oferece a oportunidade de colocar em destaque um evento histórico que suscitou tanta participação, envolvimento, esperanças, alegrias e certezas de que vale a pena retomar as grandes inspirações do Evangelho de Jesus Cristo, e colocá-las em prática para que moldem com rosto novo a fisionomia cansada da humanidade.
A celebração dos 50 anos do Concílio Vaticano II torna o dia 11 de outubro deste ano a data de referência para a organização do calendário. Desta maneira, as outras datas se situam melhor a partir desta [a nova gênese da Igreja! 11 de outubro é um novo Natal]. A referência ao Concílio se torna indispensável.
É em vista deste fato que o Papa vai convocar um “Ano da Fé”. A data que ele colocou para o seu início é o dia 11 de outubro. É vidente a referência ao Concílio.
Durante o mês de outubro será realizado em Roma o Sínodo sobre a nova evangelização e a transmissão da fé. Tudo para recordar o Concílio [que favoreceu tanto a evangelização que hoje precisamos convocar uma "nova" evangelização].
A Diocese de Jales, criada no ano do anúncio do Concílio, em 1959, sente um compromisso especial de ir comparando sua caminhada com a renovação eclesial proposta pelo Concílio [!!!]. Para isto, iniciou a celebração do jubileu conciliar já na romaria do ano passado.  Os diversos temas do Concílio servirão de inspiração não só para a romaria deste ano, mas dos próximos também.
Em todo o caso, este é o ano de constatar que a história não tem só episódios tristes, existem também aqueles que nos trazem recordações positivas.
Não existe só o 11 de setembro. Existe também o 11 de outubro!

3 comentários:

  1. Dom Demétrio, com toda a franqueza: quando não temos nada de bom a dizer, melhor não dizer nada.

    ResponderExcluir
  2. E os dois dias lembram a morte, apesar de um ser do corpo e outro da alma.

    ResponderExcluir
  3. E viva os 72 anos de Dom Valentini...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...