sexta-feira, 22 de abril de 2011

Maçons Superam Missa do Bispo

Interessante, muito interessante o que aconteceu por aqui ontem.
A missa de "Lava-pés" da quinta-feira santa, celebrada como de costume na Catedral, reuniu aproximadamente 200 pessoas. E o que há de interessante nisso? Bom, esse dado per si não tem nada de extraordinário (e a missa foi Novus Ordo o que garantiu a ordinariedade do momento).

O fato toma forma interessante quando lemos o que o Jornal de Piracicaba de hoje trazia na sua página A6. Na capa do jornal, com uma imagem de 1/4, estava meu bispo lavando os pés de alguns escolhidos e seus +/- 200 fiéis. Na página A6 encontramos 700 jovens reunidos num congresso da Ordem Maçônica Demolay.

Segundo as informações do Jornal, a Ordem maçônica tem mais de 4000 afiliados. Para quem não sabe, a Demolay é uma espécie pré-maçonaria, um espaço para seus jovens membros se acostumarem com o espírito maçônico.

A história de Piracicaba, especialmente da diocese, está repleta de episódios onde os bispos, de báculo em punho, lutavam ferozmente contra os avanços dos protestantes metodistas e dos maçons. Dom Ernesto de Paula e Dom Aníger Melilo, respecitvamente o primeiro e segundo bispos diocesanos, juntamente com padres de alto quilate como Mons. Rosa, foram os intrépidos cruzados contra esses avanços.

Hoje, não mais.
A maçonaria piracicabana tem um vínculo muito estreito com o protestantismo metodista. Não só em Piracicaba, mas em todo o país a igreja Metodista é pilar da maçonaria ou vice-versa. O encontro Demolay se deu no salão da Universidade Metodista.

Os primeiros bispos estavam certos, souberam reconhecer o perigo dessa aliança para os católicos, tanto que hoje, mais de 50 anos depois, os números são tão discrepantes que assustam. Um evento maçônico comum reúne quase quatro vezes mais que uma grande data do calendário católico.

Essa nova realidade mostra também uma grave incoerência que acontece por aqui e que eu não poderia deixar de passar sem uma nota.

A idéia é basicamente saber onde estão os jovens. A negativa ao rito tradicional em Piracicaba, por parte das autoridades eclesiásticas, se dá apoiada na (falsa) tese de que esse rito - a forma extraordinária - não desperta interesse e que é um rito de velhos. Na foto do jornal de Piracicaba, página A8, vemos o bispo cercado por anciãos, gente que já cruzou o cabo da boa esperança. Não estava lá, mas julgando pelas fotos, das 200 pessoas, podemos afirmar sem medo que 40% tinham mais de 50 anos. Ou seja, a missa em português e acessível ao povo de que tanto se orgulham alguns prelados em detrimento da missa arcaica, em latim e inacessível, só reúne gente velha, com todo o respeito.

Onde estavam os jovens? O encontro maçônico reuniu 700 jovens entre 12 (!) e 21 anos. Nada mais precisa ser dito.

Missa em Piracicaba para atrair gente precisa ter show, caso contrário os jovens fogem dela. Mas não apenas os jovens, as pessoas como um todo por aqui aprenderam a ser católicos de eventos. Onde há uma mobilização com um palco, lá estarão milhares de católicos piracicabanos. Onde há apenas o altar, meia dúzia ou um pouco mais.

Foi-se o tempo de Dom Ernesto e Dom Aníger. Hoje protestantes e maçons (e espíritas)  fazem desta terra seu playground atraindo jovens de todas as classes sociais para suas fileiras. Piracicaba é uma cidade onde é possível encontrar uma igrejola pentecostal em cada esquina, onde o clero cresce vegetativamente, onde as ordens religiosas femininas desaparecerão em dez anos (todas idosas). Efim, se Limeira é a Linz do Brasil Evreux é aqui.

Ps: Para quem não acredita...

Missa Sertaneja

Aprovação de Plano Diocesano de Pastoral. Acho que perderam o turibulo.

Concentração diocesana (é a Liza Minelli?)

Diaconisa??? 



Missa da Campanha da Fraternidade

Missa de... não faço idéia.

E é claro... Missa Afro!

Missa Afro

Algumas fotos são antigas, mas isso ainda acontece por aqui...

3 comentários:

  1. Realmente vivemos em um "tempo difícil", é de ficar triste, o que estão fazendo com a nossa Igreja, mas peçamos ao Senhor Jesus Crucificado, que ELE tenha piedade de todos nós, tenha piedadade daqueles que a quem foi dado muito!!!

    Parabéns pelo blog, e aproveito para desejar uma Feliz Pascoa!!!
    Deus te abençoe.
    Cosme Bento

    ResponderExcluir
  2. Danilo,

    Desgraçadamente na última foto não há nada que lembre um templo católico.
    Uma cruz, uma imagem, um simbolo. Nada.
    E a mesa- farta de pipocas, bananas, mandioca - muito se assemelha a um terreiro de umbanda.
    Que Deus me perdoe, mas se alguem nisso ai "cantar prá subir", não vou estranhar.
    Olegario

    ResponderExcluir
  3. Luiz Antônio Rocha Amaral18/10/2011 22:40:00

    "Consola-me" o fato que não é apenas na minha arquidiocese (Campo Grande, MS), que se cometem as mesmas atrocidades... Esses dias reparei que durante a novena a Nossa Senhora Aparecida os presbíteros acompanhantes do bispo que presidia a celebração usavam a dalmática. Bem que podiam estar de capa pluvial, como o presidente, ou de vestes corais. Mas parece que aqui no nosso país há aversão às vestimentas "raras", de certo nossos pastores imaginam que haverá uma onda de revolta no seu rebanho. Acho que ocorreria bem o contrário, Mas enfim, por isso temos as celebrações presididas pelo nosso Papa para descansarmos os nossos olhos de tanta poluição litúrgica.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...